quarta-feira, 6 de junho de 2012

sobre o figayrinha, as bibas do sul e os sardinhas

notinhas sobre os últimos andamentos e próximos jogos, em ordem cronológica: * empate é resultado proibido para a partida de amanhã contra o figueira. Por mais que time e torcida esteja com o jogo contra os sardinhas na mente, não podemos mais perder pontos em casa no brasileiro... * pra não ficar no que todos sabem, o comentário acima não pretende nem se ater ao imediatismo de não ficar pra trás ante possíveis arrancadas, nem no lugar comum de não poder chorar por esses primeiros jogos no final: é importante que o time se mantenha no bolo por duas razões distintas e opostas: a primeira é que, ganhando, e são jorge nos ilumine, a libertadores, precisaremos do time na briga pelo título pra que o elenco não perca o foco e, por conseguinte, o ritmo e o entrosamento durante a competição; a outra, e que dela nos livrem todos os orixás, é que, com uma eventual derrota no torneio continental, uma vaga na libertadores 2013, se não o campeonato nacional corrente, vira obrigação imediata; * bela iniciativa da diretoria em baixar os preços para o confronto contra o fluminense... pela que tenha por base um possível esvaziamento do jogo, e não o mote da inclusão do povão, sobretudo pelo tanto que temos pago com libertadores. Cuidemos, ainda, para que essa baixa do ingresso, caso infrutífera em número de torcedores, não vire a "prova" do presidente business que o preço não importa, mas sim a importância do jogo, teoria que, junto com quase todas as outras plantadas por ele, rasga prontamente todas as nossas tradições; * para o final de semana, normal que sejam poupados jogadores. Mas que não usem depois os 10 dias de folga como mote da famigerada perda de ritmo de jogo com a pausa do calendário... precisamos do time voando quarta-feira; * quando jogaremos completos e num campo em que podemos mostrar nossa força na defesa, como já ocorreu no paulista, em que nosso time reserva, por conta de uma cochilada, que, óbvio, não pode se repetir, tomou um gol do time do palhaço do litoral, a quem devemos sim dispendiar atenção especial, mas sem alimentar o gosto dele por quedas espetaculares - nem deixar que estas abalem os ânimos de nossos atletas; * ânimos que jorge henrique já perdeu nas oitavas, expulso, e nas quartas, com uma cabeçada num adversário que poderia colocar nosso futuro a perder. E que outros jogadores já mostraram com bordoadas desnecessárias. Fiquemos na bola e nosso conjunto será suficiente para a vaga. * contudo, diferente do que vem acontecendo nas outras partidas fora de casa, dessa vez não podemos nos dar ao luxo de só atacar se for muito boa a oportunidade, menos ainda perder algumas oportunidades que temos visto... trazer a vantagem para o pacaembu - leia-se fazer o santos se abrir aqui - será diferencial no segundo jogo; * por fim, não somente na vila lixo, mas em qualquer outro estádio em que o mandante aumente o preço dos ingressos ciente de que a fiel comparece em massa em qualquer lugar (ocorreu em muitos jogos do segundo turno do brasileiro e quando ronaldo, o obeso, vestiu nosso manto), o blog defende que aqui o aumento seja proporcionalmente devolvido no pacaembu. Pelo regulamento de competições da CBF, a torcida de fora deve pagar o mesmo equivalente ao mesmo setor do estádio do mandante... se a bancada na vila vai custar 120, 150 ou 1000, que retribuamos aqui o aumento, concedendo maior desconto aos fiéis torcedores, de modo que, no valor real, nada se altere... e o mesmo no brasileiro, no paulista e onde mais o timão jogar... E VAI CORINTHIANS!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário