sexta-feira, 29 de junho de 2012

fiel moçambique

como sabem alguns de nossos seguidores, o companheiro joaci (@vaaicorinthians) está em moçambique a trabalho, donde perderá a chance de acompanhar in loco o final de nossa saga nessa libertadores, a qual, saravá são jorge, finalmente conquistaremos... em sua saída, na esperança de liberar o trampo e voltar ao menos pras finais, ele mandou um email pra chefia, o qual segue, na íntegra, abaixo (sua presença no jogo de quarta ainda é possível...). Na sequencia, tambem, as fotos da fiel moçambique, e, em breve, um relato do próprio companheiro sobre a saga de assistir aos jogos distante e as histórias de como os moçambicanos vêem nosso time e outros fatos que aconteceram por lá... segue o email: Enviado: sexta-feira, 25 de maio de 2012 19:07 Para: xxxxxxxxxxxxxxxxxxx Assunto: Corinthians Bete, tenho um assunto muito fueda de conversar contigo. Calma ai, não estou desistindo do trampo de Moçambique. Pelo contrário, estou empolgado com o trabalho e espero em breve esta ai com vocês. No entanto, pesa uma questão importantíssima para mim, A final da Copa libertadores caso o Corinthians chegue lá. Por mais absurdo que possa parecer eu preciso me posicionar. De 2006 até agora, morando proximo ao Pacaembu são aproximadamente 140 jogos acompanhados na arquibancada empurrando o time e mais alguns jogos fora do estado (Porto Alegre, Minas, Rio de Janeiro) É um estilo de vida e não costumo criar barreiras por conta do trabalho.Dificilmente comento essas coisas internamente na empresa para não me rotularem de doido. Ano passado fiquei no Pará e levei isso numa boa, mesmo acompanhando o jogo de longe. Mas uma final de Libertadores é algo comparável ao título de 77 quando saimos da fila após 23 anos sem títulos. O trabalho ai tem essa questão urgente da minha presença, e não me importo em ir as pressas. Resumindo, dia 4 de julho caso o corinthians vá para final, eu quero estar no Brasil. Deixar de acompanhar um jogo decisivo desses após tanto tempo de bancada será uma questão dificil de dimensionar o tamanho da tristeza.Quero estar junto com meus irmão de bancada empurrando o time mais uma vez independente do que vá acontecer. O importante é estar aqui. Poderiamos negociar as outras viagens de retorno. Vamos pegar o Santos nas semi finais. se perder p eles a minha permanencia ai será boa para esquecer a tormenta da eliminação e focar no trabalho.(não vale secar para eu não viajar) Mas se passar pelas sardinhas a euforia de poder apoiar o time vai ser fueda de controlar. Para mim essa seria a real despedida do Brasil. Enfim, precisava falar isso contigo e gostaria que entendesse minha situação. É algo pessoal muito sério. O trabalho a gente se vira para fazer acontecer. Imagine que isso é um motivo pessoal seu de muita importancia do qual nao gostaria de se ausentar nunca. Não pense isso apenas como um jogo de futebol. Nem acredito que escrevi esse email. Vai Corinthians! Att.

Nenhum comentário:

Postar um comentário