sábado, 24 de setembro de 2011

sobre o papel do verdadeiro ídolo

salve rapa... novamente nos desculpando pela demora...

ocorre que ontem, num protesto justo, correto e legitimado como direito da arquibancada desde 1910, o mano tico loko, que dispensa maiores apresentações pra quem é da bancada, corinthiano e corinthianista verdadeiro, cuja palavra é daquela que nós devemos "ouvir muito e falar nada e prestar muita atenção", fez um protesto via facebook contra a postura do chicão e a permanência dele no elenco, dada a atual cota de balada, contrária ao futebol, e o desrespeito a elenco e torcida, e teve como resposta de nosso ídolo ronaldo soares giovaneli o seguinte:

Ronaldo Giovaneli DEIXA O CAPITAO EM PAZ......ZE ROELA
quinta às 15:54 · Curtir


pra não repetir tudo, em apoio ao mano, ajudamos na seguinte nota/campanha:


Num momento em que diretoria, jogadores e parte da torcida vêm agindo de forma contrária às tradições centenárias de nosso manto sagrado, faz-se de suma importância a comunhão dos verdadeiros corinthianos, daqueles que diuturnamente perpetuam o papel fiscalizador do povo, com seus ídolos, mas não aqueles pintados como tais pelo marketing roxo-grená, e sim com os verdadeiros guerreiros, heróis que não fugiram à luta e mantiveram acesa, em campo e fora dele, a chama centenária de nosso lampião.

É a comunhão do Corinthianismo, a Cia. de Jorge unida em prol da revolução popular instaurada em 1910, e que hoje, talvez mais do que nunca em sua história, necessita de um exército unido e coeso ideologicamente.

E esse é o motivo do presente manifesto: enquanto nós, torcedores de fé e alma, sofremos a cada dia com ingressos mais caros em estádios, com nossa exclusão dos finais de semana em família no Parque São Jorge, com parte da arquibancada se deixando levar pelo escambo covarde proposto pela atual diretoria, ainda assim não perdemos nosso amor e nossa ideologia Corinthianista, louvamos nossa história, honramos nossas tradições, valorizamos e respeitamos nossos ídolos e cobramos - e cobraremos sempre - aqueles que somente querem se valer de nossa camisa pela projeção pessoal, pelos benefícios de nossa grandeza, e que, de alguma maneira, agem contra as diretrizes propostas nos anos de 1910 e 1969.

Cobranças como as feitas nas arquibancadas, em Araraquara, no CT, no portão do Pacaembu, nas ruas e nas redes sociais. Desta, vale destacar as palavras do companheiro Tico Loko, devidamente proferidas contra a atitude do zagueiro Chicão, o qual, depois de muita balada e pouco futebol, foi devidamente afastado do time titular e, estrela que pensa ser, recusou o banco de nosso time, num manifesto desrespeito aos torcedores e demais jogadores.

Desrespeito ao Corinthians, clube que projetou um zagueiro que, não fosse o Parque São Jorge, estaria ainda rodando por times alternativos, sem conversas sobre fazer o pé de meia na Europa, mas sim sonhando em um dia vestir a camisa de um time de ponta nacional.

Mas, de todo o ocorrido, estranho não foi o protesto, nosso direito legítimo e obrigação, mas sim a repercussão que gerou, sobretudo com quem gerou e pela forma da resposta.

Sabemos que há torcedores que desvirtuaram seu caminho, e que estes, junto a massa alienada que repete qualquer oba-oba ouvido pela imprensa anticorinthiana ou por nossa diretoria, poderiam reagir a favor do zagueiro ou de qualquer outro cachaceiro de nosso time.

Porém tal reação não era esperada de um dos maiores ídolos de nossa torcida, um dos maiores expoentes, em campo, do amor ao manto alvinegro, da conduta guerreira que deve conduzir cada jogador do Corinthians, seja em finais, seja em treino, seja num simples amistoso.

Ronaldo Soares Giovaneli sempre mostrou a raça com que devemos enfrentar os desafios, sempre respeitou e honrou a camisa que vestiu, sempre expressou seu amor e devoção ao time do povo, e por isso sempre é lembrado quando comparamos a falta de comprometimento dos jogadores de hoje com relação a quem realmente devotou sua carreira à causa Corinthiana.

Daí a decepção pela reação de nosso ex-goleiro ao comentário do Tico Loko (http://www.facebook.com/profile.php?id=100002188172469). Claro, a opinião de cada um deve ser respeitada, e se Ronaldo possui boa relação com o atual elenco, com o zagueiro ou se tem vínculo com a atual diretoria, é uma pena, mas é direito dele.

Direito este que não lhe permite, de maneira alguma, ofender um torcedor, qualquer que seja, pelo motivo que seja.

Apenas para lembrar e realçar o sentido dessa manifestação, quando diretores fecham as portas do Parque São Jorge aos ex-jogadores, a torcida sempre compra a briga, quando a torcida busca forças para fazer prevalecer nossa tradição, ídolos verdadeiros são lembrados. Daí a decepção com a ofensa que vimos.

Por isso a proposta de cada um de nós mostrar que os verdadeiros torcedores estão unidos em prol da causa Corinthianista. Não nos vendemos, nem servimos a propósito outro que não o interesse do povo, verdadeiro dono do Sport Club Corinthians Paulista.

Responderemos ao nosso goleiro, em seu perfil, http://www.facebook.com/RONALDOGIOVANELI, da mesma forma respeitosa e decepcionada que vimos nos comentários de apoio ao Tico Loko, apenas buscando uma retratação, uma forma para que não se manche a relação com nosso ídolo: escreveremos em seu mural TORCEDOR NÃO É ZÉ RUELA, RETRATAÇÃO JÁ!.

Perpetuamos nossos ídolos, mas nosso direito legítimo de fiscalizar e cobrar deve também ser respeitado.

Pelo Corinthians, com muito amor, até o fim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário