quarta-feira, 14 de setembro de 2011

mais sobre protestos e anticorinthianos da imprensa

iniciamos o post com as sinceras desculpas pela demora em atualizações próprias, mas compromissos pessoais e uma gripe braba nos impediram...

falamos alguns posts abaixo - na verdade, fizemos um desabafo - sobre a passividade que acomete certa parte da torcida, hoje em dia, e que vem tornando essa mesma parcela igual aos torcedores de outros clubes...

pois bem: dada nossa opinião, fomos severamente criticados acerca de defendermos intervenções diretas da torcida, ainda que o time ande com essa cara descompromissada, covarde, anticorinthianista que vem predominando desde a décima rodada do campeonato.

contudo, a história da torcida corinthiana, desde sua fundação - da torcida organizada e do próprio Sport Club Corinthians Paulista - depõe a nosso favor. Somos revolucionários, contestadores, fiscalizadores e devemos exercer nosso papel na medida em que ele é exigido: ações diretamente proporcionais ao que se vê em campo e nos corredores do PSJ, queira isso dizer uma batucada na porta do estádio, queira dizer uma conversa no treinamento, pelas portas da frente ou não.

e enquanto a discussão fica entre torcedores, cada qual com suas razões e convicções, o assunto não foge de sua alçada. Entretanto, é óbvio que a abutraiada anticorinthiana da imprensa não perderia tal oportunidade.

tomamos aqui dois exemplos (coincidentemente, dois porcos):

o primeiro, cujo texto está aqui, chega à ousadia de chamar nossa torcida de bando de estúpidos, num evidente desconhecimento do que consiste a causa corinthianista - e, se não conhece, não deveria abrir tamanho besteirol ao falar a respeito -, questiona os protestos no CT e no intervalo do jogo contra o flamengo.

mas antes do flamengo o time vinha mal demais, o treinador muito covarde, como costuma ser, e após o protesto no CT a atitude mudou... para o blog, nada de coincidência, mas sim choque na orelha dos jogadores, que se lembram que, se parte da torcida se alienou, a verdadeira parte não deixará a vagabundagem prosperar... também não achamos coincidência que, na rodada seguinte, com a missão de mostrar futebol cumprida, tenha voltado a covardia, agora mais por conta do seu adenor, o fraco.

e os protestos do intervalo, a nosso ver, só foram errados no aspecto temporal: deveria ter sido entoado quando o time entrou em campo!

o outro jornalista vai além de suas funções, usa a questão do blog ser um espaço não-jornalístico, meramente opinativo, como subterfúgio para propagar mentiras, valer-se de porta voz da diretoria corrupta que assola o PSJ, prolatar invenções covardes que qualquer um que conhece os envolvidos na invasão do CT fica indignado com uma simples leitura por alto...

vejam aqui o exemplo de antijornalismo e anticorinthianismo!

sobre tal post, logo que tivemos conhecimento, o impulso do blog foi de escrever a merecida resposta, mas, avisados que viria o posicionamento oficial, esperamos para, enfim, reproduzí-lo:

É de conhecimento de todos que o Gaviões da Fiel Torcida foi criado para combater as arbitrariedades, mandos e desmandos de um presidente da época. Temos como atribuição apoiar, incentivar, fiscalizar e cobrar o S.C.C.P. quando julgamos necessário.
O Movimento Rua São Jorge por sua vez mantém o “DNA” dos primórdios da fundação da Torcida, não se curvando para as mudanças políticas e favorecimentos pessoais.
Errando ou acertando, nossa postura será sempre a mesma e desafiamos a quem quer que seja, para que mostre uma só prova que somos “financiados” por dirigentes ou políticos. O Movimento Rua São Jorge, vive através de contribuições de nossos militantes e de colaboradores que acreditam em nossa causa.
Em contra partida o mesmo que nos acusa era braço direito do Sr. Alberto Dualib, defensor n° 1 da MSI, amigo e parceiro de Kia Joorabchian e Renato Duprat, envolvido em negócios com os mafiosos Russos, como Boris Berezovski e Badri Patarkatsishvili, possível sucessor de Ricardo Teixeira no comando da CBF, acusado de cobrar “taxinha” em venda de jogadores e investigação pela Policia Federal sob acusação de lavagem de dinheiro e sonegação fiscal.
Dessa forma, quem nos acusa de protestos financiados, não tem a mínima condição moral de apontar quem quer que seja.
Não participamos da atual política interna do clube, porém um dos nossos objetivos é exatamente esse. Temos hoje cerca de 150 associados no Sport Club Corinthians Paulista e queremos chegar muito mais longe, vamos manter a missão de Flavio La Selva, e se já incomodamos, iremos incomodar ainda mais num futuro próximo.

o original encontra-se aqui: http://movimentoruasaojorge.com/?p=8993

Nenhum comentário:

Postar um comentário