sábado, 24 de setembro de 2011

sobre o papel do verdadeiro ídolo

salve rapa... novamente nos desculpando pela demora...

ocorre que ontem, num protesto justo, correto e legitimado como direito da arquibancada desde 1910, o mano tico loko, que dispensa maiores apresentações pra quem é da bancada, corinthiano e corinthianista verdadeiro, cuja palavra é daquela que nós devemos "ouvir muito e falar nada e prestar muita atenção", fez um protesto via facebook contra a postura do chicão e a permanência dele no elenco, dada a atual cota de balada, contrária ao futebol, e o desrespeito a elenco e torcida, e teve como resposta de nosso ídolo ronaldo soares giovaneli o seguinte:

Ronaldo Giovaneli DEIXA O CAPITAO EM PAZ......ZE ROELA
quinta às 15:54 · Curtir


pra não repetir tudo, em apoio ao mano, ajudamos na seguinte nota/campanha:


Num momento em que diretoria, jogadores e parte da torcida vêm agindo de forma contrária às tradições centenárias de nosso manto sagrado, faz-se de suma importância a comunhão dos verdadeiros corinthianos, daqueles que diuturnamente perpetuam o papel fiscalizador do povo, com seus ídolos, mas não aqueles pintados como tais pelo marketing roxo-grená, e sim com os verdadeiros guerreiros, heróis que não fugiram à luta e mantiveram acesa, em campo e fora dele, a chama centenária de nosso lampião.

É a comunhão do Corinthianismo, a Cia. de Jorge unida em prol da revolução popular instaurada em 1910, e que hoje, talvez mais do que nunca em sua história, necessita de um exército unido e coeso ideologicamente.

E esse é o motivo do presente manifesto: enquanto nós, torcedores de fé e alma, sofremos a cada dia com ingressos mais caros em estádios, com nossa exclusão dos finais de semana em família no Parque São Jorge, com parte da arquibancada se deixando levar pelo escambo covarde proposto pela atual diretoria, ainda assim não perdemos nosso amor e nossa ideologia Corinthianista, louvamos nossa história, honramos nossas tradições, valorizamos e respeitamos nossos ídolos e cobramos - e cobraremos sempre - aqueles que somente querem se valer de nossa camisa pela projeção pessoal, pelos benefícios de nossa grandeza, e que, de alguma maneira, agem contra as diretrizes propostas nos anos de 1910 e 1969.

Cobranças como as feitas nas arquibancadas, em Araraquara, no CT, no portão do Pacaembu, nas ruas e nas redes sociais. Desta, vale destacar as palavras do companheiro Tico Loko, devidamente proferidas contra a atitude do zagueiro Chicão, o qual, depois de muita balada e pouco futebol, foi devidamente afastado do time titular e, estrela que pensa ser, recusou o banco de nosso time, num manifesto desrespeito aos torcedores e demais jogadores.

Desrespeito ao Corinthians, clube que projetou um zagueiro que, não fosse o Parque São Jorge, estaria ainda rodando por times alternativos, sem conversas sobre fazer o pé de meia na Europa, mas sim sonhando em um dia vestir a camisa de um time de ponta nacional.

Mas, de todo o ocorrido, estranho não foi o protesto, nosso direito legítimo e obrigação, mas sim a repercussão que gerou, sobretudo com quem gerou e pela forma da resposta.

Sabemos que há torcedores que desvirtuaram seu caminho, e que estes, junto a massa alienada que repete qualquer oba-oba ouvido pela imprensa anticorinthiana ou por nossa diretoria, poderiam reagir a favor do zagueiro ou de qualquer outro cachaceiro de nosso time.

Porém tal reação não era esperada de um dos maiores ídolos de nossa torcida, um dos maiores expoentes, em campo, do amor ao manto alvinegro, da conduta guerreira que deve conduzir cada jogador do Corinthians, seja em finais, seja em treino, seja num simples amistoso.

Ronaldo Soares Giovaneli sempre mostrou a raça com que devemos enfrentar os desafios, sempre respeitou e honrou a camisa que vestiu, sempre expressou seu amor e devoção ao time do povo, e por isso sempre é lembrado quando comparamos a falta de comprometimento dos jogadores de hoje com relação a quem realmente devotou sua carreira à causa Corinthiana.

Daí a decepção pela reação de nosso ex-goleiro ao comentário do Tico Loko (http://www.facebook.com/profile.php?id=100002188172469). Claro, a opinião de cada um deve ser respeitada, e se Ronaldo possui boa relação com o atual elenco, com o zagueiro ou se tem vínculo com a atual diretoria, é uma pena, mas é direito dele.

Direito este que não lhe permite, de maneira alguma, ofender um torcedor, qualquer que seja, pelo motivo que seja.

Apenas para lembrar e realçar o sentido dessa manifestação, quando diretores fecham as portas do Parque São Jorge aos ex-jogadores, a torcida sempre compra a briga, quando a torcida busca forças para fazer prevalecer nossa tradição, ídolos verdadeiros são lembrados. Daí a decepção com a ofensa que vimos.

Por isso a proposta de cada um de nós mostrar que os verdadeiros torcedores estão unidos em prol da causa Corinthianista. Não nos vendemos, nem servimos a propósito outro que não o interesse do povo, verdadeiro dono do Sport Club Corinthians Paulista.

Responderemos ao nosso goleiro, em seu perfil, http://www.facebook.com/RONALDOGIOVANELI, da mesma forma respeitosa e decepcionada que vimos nos comentários de apoio ao Tico Loko, apenas buscando uma retratação, uma forma para que não se manche a relação com nosso ídolo: escreveremos em seu mural TORCEDOR NÃO É ZÉ RUELA, RETRATAÇÃO JÁ!.

Perpetuamos nossos ídolos, mas nosso direito legítimo de fiscalizar e cobrar deve também ser respeitado.

Pelo Corinthians, com muito amor, até o fim!

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

sobre atitudes hipócritas em torno do nosso estádio

ao mesmo tempo que as notícias acerca dos andamentos das obras de itaquera nos deixam felizes e animados

ao mesmo tempo que entidades renomadas como a FGV lançam estudos autônomos acerca dos benefícios do estádio e colocam a abutraiada no chinelo

algumas atitudes políticas daqueles que têm interesse na obra irritam profundamente: na semana passada foi um grupo de holandeses (alemães, sei lá, mas europeus); agora é a comitiva política local que pega um trem exclusivo, fora do horário de pico, sem paradas, sem aperto, se bobear com um ar condicionado instalado pra cada um, e no final fala que o transporte para a região é satisfatório...

quem pega esse trem na labuta corinthiana diária sabe o quão difícil é a missão, e se para Itaquera benefícios virão, dentre os quais a melhoria do transporte, que essa hipocrisia não sirva de impedimento para os investimentos necessários!


e abaixo nossa resposta ao gordo, feliz por andar num trem exclusivo (num dia light do blog, a resposta deveria ser mais contundente e direta, sabemos...):



adendo ao post anterior

se no anterior falamos do quão oportuno e estruturado foi o amistoso de ontem, vejam agora a notícia do dia:

http://www.meutimao.com.br/link/19te

só falta agora a diretoria e a comissão técnica levantarem a má-sorte como motivo... como se não soubessem do risco...

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

andre$, tite e o planejamento de sempre

mais um post feito juntando cacos e fragmentos dos fatos pingados por aí, imprensa afora...

adenor, aquele que somos obrigados a chamar de comandante, colocou a culpa daquela atuação ridícula e covarde contra o fluminense no cansaço dos jogadores.

ok, ninguém discorda que o time deve mesmo ter entrado enfraquecido, o desgaste pela correria foi grande... mas: 1. não o seria se o time não tivesse, mais uma vez, tomado gol de escanteio contra o flamengo, fato que vem se repetindo em nossos jogos, sem melhora, que deveria ocorrer em repetições de treino, e que forçou o time a se desdobrar pela virada; e 2. desgaste à parte, não há cansaço no mundo que justifique o marasmo técnico domingo, com zero chute a gol, e com uma bagunça tática tão grande que, perdendo, chegamos a ficar com 4 volantes e 0 lateral em campo!

aí, então, entramos numa jornada de 7 dias, pré-2-clássicos, rodadas-chave para abrir frente a concorrentes, seja ganhando dos sardinhas, que tiram pontos de muita gente, seja abrindo frente à bixarada.

então, passada a folga e a recuperação muscular de segunda, teríamos uma semana inteira para tentar ao menos amenizar a bola parada, que vem sendo nosso ponto fraco, e ainda fazer treinos táticos específicos para neutralizar rivais que possuem padrão de jogo...

mas não: hoje cedo, e infelizmente li de carona no jornal dum tio no metrô, foi noticiado que o foco dos treinamento de terça e quarta foi o aprimoramento da parte física do elenco... ou seja, nada de aperfeiçoamento das falhas...

hoje, para piorar, nosso pre$idente arrumou um amistoso... mas é quinta-feira, não poderia desgastar os titulares, nada melhor que levar quem não vem jogando e deixar o elenco principal treinar normalmente...

novamente, não: vários titulares integraram o elenco que foi para osasco, e, apesar de pouco terem jogado, houve um "necessário" desmembramento do elenco ao longo do dia, fato que pode ser traduzido por "mais uma vez o time não treinou junto, não se aprimorou para os próximos jogos..."

agora, nos resta a sexta-feira, já que véspera de clássico é dia de rachão, descontrair o elenco antes da concentração... e depois ainda tem torcedor que cai nas falas populistas de andre$ e roxemberg e na cansabilidade do treinador...



(em tempo: o slogan que diz que o corinthians não vive de títulos é muito bonito para manter a chama da torcida acesa em momentos adversos, mas é perigoso quando se torna subterfúgio para os fracassos do futebol que vêm se acumulando nessa diretoria, desde o segundo semestre de 2009, a maioria deles decorrente de falta de planejamento, com venda precipitada e barata de jogadores imprescindíveis, ou da soma incompetência + falta de compromisso de treinadores e elenco)

fotos - 101 anos de Corinthians




ação social - dia das crianças RSJ

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

mais sobre protestos e anticorinthianos da imprensa

iniciamos o post com as sinceras desculpas pela demora em atualizações próprias, mas compromissos pessoais e uma gripe braba nos impediram...

falamos alguns posts abaixo - na verdade, fizemos um desabafo - sobre a passividade que acomete certa parte da torcida, hoje em dia, e que vem tornando essa mesma parcela igual aos torcedores de outros clubes...

pois bem: dada nossa opinião, fomos severamente criticados acerca de defendermos intervenções diretas da torcida, ainda que o time ande com essa cara descompromissada, covarde, anticorinthianista que vem predominando desde a décima rodada do campeonato.

contudo, a história da torcida corinthiana, desde sua fundação - da torcida organizada e do próprio Sport Club Corinthians Paulista - depõe a nosso favor. Somos revolucionários, contestadores, fiscalizadores e devemos exercer nosso papel na medida em que ele é exigido: ações diretamente proporcionais ao que se vê em campo e nos corredores do PSJ, queira isso dizer uma batucada na porta do estádio, queira dizer uma conversa no treinamento, pelas portas da frente ou não.

e enquanto a discussão fica entre torcedores, cada qual com suas razões e convicções, o assunto não foge de sua alçada. Entretanto, é óbvio que a abutraiada anticorinthiana da imprensa não perderia tal oportunidade.

tomamos aqui dois exemplos (coincidentemente, dois porcos):

o primeiro, cujo texto está aqui, chega à ousadia de chamar nossa torcida de bando de estúpidos, num evidente desconhecimento do que consiste a causa corinthianista - e, se não conhece, não deveria abrir tamanho besteirol ao falar a respeito -, questiona os protestos no CT e no intervalo do jogo contra o flamengo.

mas antes do flamengo o time vinha mal demais, o treinador muito covarde, como costuma ser, e após o protesto no CT a atitude mudou... para o blog, nada de coincidência, mas sim choque na orelha dos jogadores, que se lembram que, se parte da torcida se alienou, a verdadeira parte não deixará a vagabundagem prosperar... também não achamos coincidência que, na rodada seguinte, com a missão de mostrar futebol cumprida, tenha voltado a covardia, agora mais por conta do seu adenor, o fraco.

e os protestos do intervalo, a nosso ver, só foram errados no aspecto temporal: deveria ter sido entoado quando o time entrou em campo!

o outro jornalista vai além de suas funções, usa a questão do blog ser um espaço não-jornalístico, meramente opinativo, como subterfúgio para propagar mentiras, valer-se de porta voz da diretoria corrupta que assola o PSJ, prolatar invenções covardes que qualquer um que conhece os envolvidos na invasão do CT fica indignado com uma simples leitura por alto...

vejam aqui o exemplo de antijornalismo e anticorinthianismo!

sobre tal post, logo que tivemos conhecimento, o impulso do blog foi de escrever a merecida resposta, mas, avisados que viria o posicionamento oficial, esperamos para, enfim, reproduzí-lo:

É de conhecimento de todos que o Gaviões da Fiel Torcida foi criado para combater as arbitrariedades, mandos e desmandos de um presidente da época. Temos como atribuição apoiar, incentivar, fiscalizar e cobrar o S.C.C.P. quando julgamos necessário.
O Movimento Rua São Jorge por sua vez mantém o “DNA” dos primórdios da fundação da Torcida, não se curvando para as mudanças políticas e favorecimentos pessoais.
Errando ou acertando, nossa postura será sempre a mesma e desafiamos a quem quer que seja, para que mostre uma só prova que somos “financiados” por dirigentes ou políticos. O Movimento Rua São Jorge, vive através de contribuições de nossos militantes e de colaboradores que acreditam em nossa causa.
Em contra partida o mesmo que nos acusa era braço direito do Sr. Alberto Dualib, defensor n° 1 da MSI, amigo e parceiro de Kia Joorabchian e Renato Duprat, envolvido em negócios com os mafiosos Russos, como Boris Berezovski e Badri Patarkatsishvili, possível sucessor de Ricardo Teixeira no comando da CBF, acusado de cobrar “taxinha” em venda de jogadores e investigação pela Policia Federal sob acusação de lavagem de dinheiro e sonegação fiscal.
Dessa forma, quem nos acusa de protestos financiados, não tem a mínima condição moral de apontar quem quer que seja.
Não participamos da atual política interna do clube, porém um dos nossos objetivos é exatamente esse. Temos hoje cerca de 150 associados no Sport Club Corinthians Paulista e queremos chegar muito mais longe, vamos manter a missão de Flavio La Selva, e se já incomodamos, iremos incomodar ainda mais num futuro próximo.

o original encontra-se aqui: http://movimentoruasaojorge.com/?p=8993

sábado, 10 de setembro de 2011

campeonato de truco - RSJ

é hoje rapa, vamos chegar!



Participem do 1º Campeonato de Truco dos Gaviões da Fiel Torcida – Rua São Jorge, que será realizado no dia 10/09/2011.
Serão 12 trios que se enfrentarão em “Raio Único”, valendo três pontos o raio. Os quatro trios que somarem mais pontos vão decidir o campeonato em semifinal e final, disputados no sistema de Raio de três partidas.
O trio campeão será premiado com o “Troféu Miguel Bataglia” ouro, três medalhas ouro e três bonés da RSJ. Já o trio vice-campeão será premiado com o “Troféu Miguel Bataglia” prata e três medalhas prata.
As inscrições vão até o dia 27/08/2011 (R$ 30,00 por trio) e podem ser realizadas na sede dos Gaviões da Fiel Torcida – Rua São Jorge, com Diego Deungaro ou Eduardo (secretário).
Participem e boa sorte!
Departamento de Esportes – RSJ

sobre a força da torcida

depois da abutraiada fazer nosso velório, depois de toda purpurina das xiliquentas da vila sônia, achando que o espírito corinthiano se altera diante de qualquer timinho, depois dos verdadeiros torcedores lembrarem aos vagabundos do seu adenor que aqui é o time do povo, e da torcida lembrar de ser protagonista, jogador e não espectador, celebramos a vitória com o texto do confra Filipe Martins Gonçalves:

http://anarcorinthians.blogspot.com/2011/09/quem-ganha-jogo-e-torcida.html

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

parabéns à rapaziada do Pavilhão 9


é a nona, mané!

parabéns aos manos pelos 21 anos de luta em prol do grande Corinthians!!

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

a quem não entende o protesto de ontem

conforme consta no título, é uma nota para poucos, nada destinado aos verdadeiros corinthianos:

na boa, se vcs realmente acham que o protesrto de ontem foi exagerado,
se acham mesmo que a falta de competência, comprometimento e vergonha na cara desse elenco, líder por acaso, não merece cobrança,
se acham mesmo que a incapacidade dos outros times de nos tirar o campeonato ameniza o descompromisso de alguns jogadores com a filosofia corinthiana,
e se acham que o torcedor que paga caro pra manter a vida mansa desses babacas e é usado pelo marketing quando a diretoria precisa mostrar ao mundo que o corinthians é o time do povo, apesar de, na verdade, nos excluír, num processo elitizador covarde e anticorinthiano...
façam a gentileza de não me adicionar em conversas ou tópicos desse tipo... o corinthians é o time do povo, é a utopia da luta social, a vitória diária do poder coletivo popular em nossa sociedade... somos nós que fazemos o corinthians, e lutaremos até o fim pelo corinthianismo verdadeiro!
e viva a Cia. de São Jorge

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

força, doutor!

a ideologia prevalece até na hora da necessidade... isso é ídolo, isso é exemplo, e o que ele fez e faz reflete para todo o povo brasileiro, de tão brasileiro que é nosso doutor, no nome e na vida... toda a força pra superar essa, as orações da Cia. de Jorge estão contigo!

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2011/09/05/socrates-volta-a-ser-internado-com-sangramento-e-esta-em-estado-grave-na-uti.htm

ANT no Brasil de Fato

Torcedores irão manter protesto em estádios
(original aqui: http://www.brasildefato.com.br/content/torcedores-ir%C3%A3o-manter-protesto-em-est%C3%A1dios)

Movimento que pede a saída do dirigente da CBF se intensifica durante os jogos do Campeonato Brasileiro



02/09/2011



Michelle Amaral

da Redação



Torcedores de futebol prometem intensificar os protestos Fora Ricardo Teixeira neste fim de semana durante os jogos do Campeonato Brasileiro.

O movimento que denuncia as irregularidades cometidas por Ricardo Teixeira e pede sua saída da direção da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014 chegou às arquibancadas no último fim de semana.

Faixas e cartazes com os dizeres Fora Ricardo Teixeira foram erguidos pelas torcidas nos principais estádios. Agora, de acordo com nota da Confederação Nacional das Torcidas Organizadas, as manifestações continuarão.

“Nós apenas começamos. Não foram manifestações isoladas. Elas continuarão. Não há dúvida quanto a isso. Agora, a nossa missão será buscar novas formas de protestar contra Ricardo Teixeira”, afirma na nota o presidente do Conselho da Conatorg e da Dragões da Real, torcida organizada do São Paulo, André Azevedo.

Segundo Jorge Suzuki, da Associação Nacional de Torcedores (ANT), o balanço deste primeiro fim de semana de protestos nas arquibancadas foi positivo. “O Fora Ricardo Teixeira nos estádios teve um reflexo até mais positivo do que o imaginado para uma primeira tentativa, sobretudo porque foi anunciado com antecedência”, disse Suzuki.

Censura

Suzuki conta que, desde 2010, os torcedores estavam sendo impedidos de entrar nos estádios com faixas e cartazes de protesto contra o presidente da CBF. Somente no amistoso da seleção brasileira contra a Holanda, já neste ano, os manifestantes conseguiram entrar no estádio Serra Dourada, em Goiânia, com uma faixa com a seguinte frase: “Fora Ricardo Ali Babá Teixeira”. Mesmo assim, como relata Suzuki, os “seguranças particulares do evento ameaçaram agredir os integrantes da ANT” e só não o fizeram porque “um repórter local intercedeu” por eles.

Em Santa Catarina, a Federação Catarinense de Futebol (FCF) tentou proibir os protestos no estado neste fim de semana, mas foi impedida pelo Ministério Público Federal. De acordo com MPF, a medida da federação catarinense "fere o direito de livre expressão de pensamento e manifestação".

Para o jornalista Juca Kfouri, “o Ministério Público Federal deu a resposta competente” à tentativa da Federação Catarinense.

A proibição, no entanto, foi mantida em Minas Gerais por policiais militares que impediram a entrada de uma faixa de protesto contra Teixeira na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, durante o jogo entre Atlético-MG e Cruzeiro. A justificativa dada pelo comando da PM é de que a entrada da faixa foi proibida para garantir a visibilidade dos torcedores, e não por censura à manifestação.

Ricardo Teixeira

O presidente da CBF é alvo de inúmeras denúncias. Em 2001, Teixeira foi denunciado pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Futebol por crimes como apropriação indébita de recursos, evasão de divisas e sonegação fiscal. No entanto, dez anos após as denúncias, as investigações estão paradas na Justiça Federal do Rio de Janeiro, onde está localizada a sede da CBF e a residência do dirigente.

No final do ano passado, Teixeira foi denunciado por uma matéria do jornal suíço Tages-Anzeiger, de Zurique, que dizia que ele teria recebido US$ 9,5 milhões de propinas da empresa suíça de marketing ISL. Nessa mesma época, um programa de televisão investigativo da TV britânica BBC apontou que três dirigentes integrantes da comissão responsável por escolher as sedes para as Copas do Mundo de 2018 e 2022 receberam propinas da ISL: o presidente da CBF, Ricardo Teixeira; o presidente da Conmebol, Nicolas Leoz; e o presidente da Confederação Africana de Futebol, Issa Hayatou.

Há 22 anos à frente da CBF, Teixeira parece não se preocupar com as denúncias de que é alvo. Em uma entrevista à Revista Piauí em julho, Teixeira desdenhou das denúncias de corrupção em que está envolvido e fez ameaças à imprensa.

Juca Kfouri acredita que os protestos contra ele não sejam capazes de retirá-lo da direção da CBF, por não se tratar de uma organização pública. No entanto, o jornalista pondera que as manifestações tornam cada vez mais incômoda a sua presença no COL. “É diferente em relação à CBF, porque a CBF é entidade privada. Mas o Comitê Organizador da Copa do Mundo diretamente mexe com dinheiro público”, explica.

“De toda maneira é bom registrar que nunca houve na história do futebol brasileiro manifestações pela saída de um presidente da CBF”, completa Kfouri.

Protestos por mudanças

Os protestos contra o dirigente da CBF foram iniciados em 2010 pela ANT. Conforme Suzuki, “o movimento nasceu em decorrência de todo um processo excludente e criminalizador do torcedor popular”. O integrante da ANT explica que para mudar esse quadro é necessário que se pense uma reformulação na CBF, e isto não pode ser feito sem a mudança na direção da entidade. “Os mandos e desmandos dele [Teixeira] são conhecidos e acompanhados há tempos pelos integrantes da ANT, e essas denúncias atuais apenas ajudaram a trazer apoio popular e novos adeptos ao movimento”, relata o torcedor.

Suzuki lembra que, apesar de ser uma entidade privada, em situações de conveniência para a CBF, os dirigentes procuram os governantes para usar dinheiro público na organização de seus eventos, como é o caso da Copa do Mundo.

Por isso, de acordo com o integrante da ANT, a principal proposta do movimento Fora Ricardo Teixeira é criar na sociedade um debate para a participação popular na entidade e na gestão do futebol brasileiro. “Não adianta tirar um [dirigente] e colocar outro, se o jogo de poder for mantido”, relativiza.

Suzuki explica que a proposta da ANT é que a CBF se torne uma entidade suprapartidária. “Nossa ideia é uma alteração de estatuto na entidade, permitindo, por exemplo, a criação de um conselho no qual o torcedor comum e o organizado, além do sindicato de jogadores de futebol, tenham poder de decisão, visto que são os protagonistas e maiores interessados na festa”, relata.

Além dos protestos nas arquibancadas, encabeçados pela Frente Nacional dos Torcedores (FNT), A ANT tem realizado desde o ano passado atos periódicos em frente aos estádios de futebol, panfletagens e manifestações em todo o Brasil.

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

aniversário do corinthians: comemorações


hoje tem final do futsal sub20 e churrasco no bar da torre... e sábado:



sobre UFC e futebol


Um novo ciclo e a eterna renovação do amor


Virado o primeiro século de nossa gloriosa e gigantesca história, eis aí toda a família corinthiana - da qual São Jorge e os ancestrais me permitiram fazer parte - renovando novamente sua fé e sua devoção. Como diz o sagrado hino, o Corinthians vive eternamente em nossos corações, palpita no peito daqueles que foram, são e estão por vir. Carregar na alma a utopia do povo e dividí-la com milhões por todo o mundo me faz pequeno diante de tanta honra.

Obrigado, Corinthians, por dar sentido às nossas vidas, ser a força suprema que faz o trabalhador levantar da cama e lutar pelo pão, permitir que sua gente possa sonhar com a felicidade sublime de um gol ou de uma taça. Que eu tenha competência para exercer diariamente o corinthianismo e não deixar de defender as tuas cores e o teu manto nem por um segundo.

Corinthians, aceite esta humilde homenagem, uma sincera declaração de amor que vem lá do último átomo e percorre todas as células do meu já combalido corpo. Saiba sempre que por você eu entrego minha vida, sem vacilar. Peço apenas que guie todos nossos irmãos de causa nesse teu caminho torto, para lembrarmos sempre do porquê de sua existência.

SALVE O CORINTHIANS! PARABÉNS, CORINTHIANS! VIVA O CORINTHIANS!



original do mano cráudio, do ao lado linkado chuta que eh macumba (original aqui: http://chutaquiehmacumba.blogspot.com/2011/09/um-novo-ciclo-e-eterna-renovacao-do.html)