quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

posicionamento do Pulguinha, da RSJ, sobre ronaldinho gaucho

perfeito comentário do pulguinha, liderança do coletivo da RSJ, sobre essa dinheirama em jogo por um ex-craque e quase ex-jogador (retiramo daqui: blog do pulguinha - clica no nome pra ler a nota inteira e o restante do blog):




Realmente, todas as reclamações que vejo, de ex jogadores, de pessoas mais velhas dos Gaviões e torcedores corinthianos, quanto aos Gaviões não se posicionar quanto a mercantilização do processo do futebol, minimamente do Corinthians que seja.

Ronaldinho Gaucho .. Astro ? Vai a merda Ronaldinho e todo esta dinheirama que ele e outros ganham com isso .... Nós pagaremos mais caro ainda para viver nosso Corinthians ... quanto sera nosso ingresso ? marketing, ruopa cara do time, isso nao me prenche.. quero continuar tendo acesso ao estádio que esta ficando cada vez mais dificil ... não vivo de títulos, aliais, os mais lembrados são regados de raça e identificação com nossa história, outros valores e conceitos .... Ronaldo, Ronaldinho e tudo isso a merda. Dinheiro voando neste depto. de futebol deve estar feia. Comissão pra lá, pra cá, assim o balcão de negócios no futebol do corinthians continua, a muito tempo, desde era Dualib. Mudou as questões no clube, que vemos, o piior continua, certeza. Antes era Nesi, dentre outros vermes... e agora ?

Corinthians não precisa disso não, certeza !!!!

4 comentários:

  1. VOCÊS SÃO UNS BOSTAS....SOU CORINTHIANO MAS VOCÊS SÃO RIDICULOS.....QUER QUE O TIME SEJA AQUELA MERDA QUE SEMPRE FOI ANTES DA CHEGADA DO RONALDO...ACORDA BANDO DE BURROS.

    ResponderExcluir
  2. Menos. O clube precisa crescer, e o crescimento vem do marketing que envolve contratações, venda de produtos, criação de ações para enaltecer a marca Corinthians. Se o clube "parar no tempo" como você quer, deixar de contratar "astros" e crescer cada vez mais com sua marca, um dia o SCCP terá problemas, e como um Corinthiano de verdade não é isso que quero, diferente de você.

    ResponderExcluir
  3. bomba, ninguem é contra um time de craques, muito pelo contrário... é só ver 99, 2000, quando tinhamos um bom time, com jogadores que representavam nossa camisa, com folha salarial dentro do que um clube - absurdamente endividado - pode pagar...

    fortunas que aumentam dívidas, que sao quitadas com o aumento geral da marca corinthians, desde ingressos a agasalhos, com a venda de nossa base (recente, perdemos fabricio e wiliam morais, pratas da casa que poderiam dar certo e render mais em campo e aos cofres no futuro) e a perda de identidade dos jogadores e da torcida (vc vai ai estádio? viu como a arquibancada está mudada? acha justo que o torcedor símbolo, o maloqueiro e sofredor, seja expulso para que turistas ricos de roxo que vaiam no primeiro passe errado, que so gritam quando op time entra em campo e quando sai gol, que poderiam muito bem ficar no conforto da poltrona com ppv bem caro pago, tomar seu lugar? quem lutou com o time na segunda divisao, quem foi pra porto alegre na queda, pagou menos da metade disso... é justo agora, no filé, que craques em fim de carreira tirem esse cara do estadio? eu queria, mas nao tenho conhecimento economico pra uma conta que envolve numeros concretos e abstratos... queria arrumar uma formula pra mensurar o quanto a arrecadaç?ão do ronaldo foi rentável ao corinthians em comparação ao spa com salário milionário que ele teve pra nao jogar... mais um desses por 1,8mi mes? pensa melhor...)



    * em tempo, agora nao como torcedor, mas como um dos colaboradores do blog... seu comentário seria mais respeitado se fosse menos ofensivo e mais argumentativo... de qqer forma, é bem vindo...

    ResponderExcluir
  4. Conforme a pesquisa do LANCE apenas 1% dos brasileiros vai aos estádios. Isso significa que cerca de 300.000 corinthianos costumam frequentar os jogos. Para aquela imensa maioria de nossa nação que nunca pisou uma vez sequer no estádio essas questões de preço dos ingressos, exclusão da torcida das arquibancadas, dificuldades que enfrentamos para acompanhar os jogos, parecem não fazer sentido algum. E pela insistência da mídia em divulgar e empurrar goela abaixo o padrão europeu em nosso futebol, o imaginário geral é de que um estadio pode virar um centro de consumo como um shopping center. Voce vai com sua esposa almoçar, larga ela fazendo compras e se encontram tranquilamente felizes da vida para ir embora. Tambem podem ir ao estadio em um dos setores business e fazer grandes negocios. O paixão da torcida é apenas um pano de fundo eufórico para o consumismo. Essa paixão deve ser "controlada" para atrapalhar as compras da sua esposa e não interferir nos negocios.

    Veja se na "Sala das Torcidas" no museu do futebol do Pacaembu o vídeo mostra torcedores batendo palminha ou sentados comportados aguardando o témino do jogo. O vídeo emociona pela festa que todas as torcidas promovem para homenagear seus clubes. Festa que sempre foi feita com muita devoção por aqueles que hoje estão sendo expulsos dos estádios.

    Ações de marketing que todos colocam como menina dos olhos de toda melhoria de gestão do clube tem promovido a expulsão de nossa torcida do estádio. Ações de marketing para "valorizar" a marca e que vão contra a tradição e ideais de um time que sempre foi popular. Fazer uma camisa depois com os dizeres "bando de loucos" acaba virando uma piada de mal gosto. O bando de loucos esta sendo excluído e virando um acessório para vender camisas. O dia que ali tiver um "bando de loucos" sentados eu não estarei presente.

    Vai Corinthians

    ResponderExcluir