quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Manifesto de fundação - ANT-SP

Manifesto de fundação - ANT-SP

No último dia 10 de outubro, um grupo de torcedores iniciou no Rio de Janeiro algo que deveríamos ter feito há anos: uma Associação Nacional dos Torcedores.

A ANT, como foi batizada, é a realização de uma necessidade básica: a de reivindicarmos nossos direitos. Há anos no Brasil que a cultura torcedora vem sendo desrespeitada. Setores populares extintos, preço dos ingressos exorbitante, horários dos jogos refém das redes de televisão. Com a Copa do Mundo de 2014 no horizonte, então, os prognósticos não são nada animadores: os novos estádios projetados parecem mais teatros para a elite, shoppings para o consumo, do que espaços para o exercício da cultura torcedora. Sem falar na remoção de milhares de famílias para a construção desses novos elefantes brancos. O que está em processo é a criminalização da pobreza.

Em São Paulo, mais do que no restante do país, sentimos na pele essa nova realidade: nossos estádios são os mais repressivos do Brasil. Não pode bandeira, nem camiseta com frases políticas, nem pirotecnia. Nem mesmo jornal e papel picado são permitidos nas arquibancadas paulistas. Já passou da hora de agirmos.

Assim, nós, abaixo assinados, damos aqui o pontapé inicial no núcleo de São Paulo da ANT. Nos unimos e nos organizamos pela permanência da cultura torcedora, pela compreensão de que somos muito mais que consumidores, somos protagonistas e sujeitos históricos do futebol brasileiro. Se querem reformar nossos templos, que nos consultem antes. Se querem construir novos estádios, que sejam estádios coerentes com o que nós torcedores queremos.

Não somos pioneiros. Associações como a ANT existem em diversos países do mundo. Na Alemanha, por exemplo, os torcedores unidos e organizados conseguiram inclusive deter o processo modernizador e elitizador que hoje vemos por aqui e garantir aos torcedores setores populares onde ainda se pode assistir ao jogo de pé, cantando e dançando, como sempre fizemos.

Assim, chamamos aqui todos os que desejam um futebol popular de fato a juntar-se a nós. A Associação Nacional dos Torcedores não tem clube, não defende interesses de cartolas e nem de partidos políticos. Somos, sim, uma organização de torcedores de todo clube, classe e estirpe, pela defesa dos interesses daquilo que nos torna comuns uns aos outros: sermos torcedores.

Sem torcedor não há futebol, e sem futebol não há alegria.

São Paulo, 18 de outubro de 2010.

Associação Nacional dos Torcedores - Núcleo São Paulo
www.torcedores.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário