terça-feira, 24 de agosto de 2010

Brasileirão - Corinthians x São Paulo + seqüência campeonato brasileiro

Mais um jogão do coringão contras as meninas da Vila Sonia. Somando esse jogo, temos um retrospecto de 21 vitórias a mais, fora os doze títulos em cima da freguesia que a Fiel fez questão de homenagear com uma faixa para cada título em cima delas e mais uma de "eteeeeerno freguês".


Mesmo com um dos ataques mais positivos da competição o Corinthians vem desperdiçando jogadas e a dúvida para esse clássico era se o ataque do iria melhorar a pontaria. Nos últimos jogos os resultados não refletiram muito bem que aconteceu em campo. Contra o Flamengo tivemos amplo domínio e marcamos somente um gol e contra o Avaí, mesmo com os vacilos de início de jogo, perdemos várias oportunidades de, no mínimo, sair com um placar igual.


Contra a bambizada foi um jogo "quase" perfeito. Digo quase, porque se aquele voleio do Bruno Cezar tivesse entrado na gaveta ai sim seria um "brutal kill" com fatality e tudo mais. De fato, a Biba Ceni evitou um vexame maior no Pacaembu.
O Corinthians veio com a mesma formação do jogo passado com Iarley e Jorge Henrique jogando bem abertos aproveitando o improviso dos laterais do São Paulo e Elias jogando mais a frente junto com Bruno Cezar. Jogou do jeito que a Fiel gosta marcando sob pressão quase todo o tempo , com bons passes, inversões de jogadas e subidas dos laterais. Pra elas, só restou torcer para o relógio correr e acabar com a sova.


Julio Cezar vem ganhando moral, melhorando nas saídas de área e boas defesas. A melhor delas num lance que já havia sido marcado impedimento e ainda assim defendeu os dois chutes a queima roupa do Ricardo Oliveira.


No geral a zaga fez um bom trabalho e dessa vez não teve o apagão inicial do jogo contra o Avaí. O único susto foi o nosso zagueiro Willian que cometeu um grande vacilo numa bola tranqüila e quase complicou o jogo. No geral, nosso capitão mesmo sendo mais lento sempre compensou essa situação com um bom posicionamento. Vem complicando em algumas jogadas e cometendo faltas bobas.


No meio campo, como o blog já defende, a situação ideal para o time hoje é um jogador de qualidade jogando com mais liberdade junto do Bruno Cezar. E Elias jogando nessa posição deixa o time mais ofensivo enquanto Ralf e Jucilei, jogando um pouco mais solto, fazem a proteção da zaga. E não deu outra, Elias, dois chutes dois gols (100%!) e Jucilei, de cabeça também marcando o seu para descontrole geral das meninas. Biba Ceni após o 3° gol deu um bicudo na bola toda descontrolada.


Jorge Henrique já tem alguns jogos que vem mantendo a boa fase. No jogo contra o Avaí, mesmo com a derrota, foi um dos destaques e contra a bambizada infernizou o lado direito da zaga e fez um cruzamento perfeito para o segundo gol do Corinthians.


Iarley vem melhorando com muita disposição e correria. Perdeu algumas jogadas mais simples, mas atualmente já aparece como uma boa opção de banco na volta do Dentinho.


Sobre a seqüência campeonato brasileiro, teremos agora uma longa jornada de dois jogos por semana. O time titular sem dúvida é muito competitivo, mas teremos os cartões e o revezamento de jogadores por desgaste. Creio que esse será um momento nivelador do campeonato para de fato colocar em prova o elenco. Eu realmente espero que os jogadores (Edu, Tcheco, Danilo e M.D) que ainda não corresponderam as expectativas possam a partir de agora ajudar nesse fase.

E nao podemos nos esquecer do Sousa. Coloco o nome do Showza separado porque esse cara zicado nem pai de santo explica. Na atual circunstância o que vier é "lucro".


Ronaldo é uma incógnita. De certo ele poderá voltar em breve e nos ajudar. Mas acho que a base “oficial” do nosso esquema tático até o fim do ano será com os dois meia atacantes na frente com Dentinho, JH, Iarley de banco e BC e Elias encostando ali na frente. Se o Ronaldo voltar a jogar sabemos que com as bola nos pés o cara tem qualidade muito acima da média. Resta saber se ele poderá dar mais um ultimo fôlego antes de pendurar as chuteiras. Fico na expectativa positiva, pois o cara tem a "mania" de contrariar a cornetagem geral.


E Vai Corinthians!!!

terça-feira, 17 de agosto de 2010

brasileirão - corinthians x avaí + defesa + arbitragem

* quem leu o post da semana passada e os comentários do blog desde a volta do campeonato após a copa vai ver que a análise de nossa defesa sempre criticou a quantidade de jogadas no costado dos alas e zagueiros. Sem tirar o mérito do time do avaí, que claramente usa a passagem rápida de seus atacantes como principal estratégia, nosso miolo de zaga precisou de 3 bolas e 1 gol sofrido para se achar;

* isso porque os atacantes leves do avaí não entraram em campo abertos nas costas de nossos laterais, mas correndo entre os zagueiros... e em que pese a maior velocidade deles, o que fecha ataques assim não é correr mais, mas sim fechar o espaço (coisa que zagueiros e laterais não fizeram - pelo contrário, deram o atalho de frente ao jc) e dificultar o passe, o que é obrigatório num time com três volantes...

* mas que domingo não ocorreu porque o desespero do miolo de zaga fez os laterais afunilarem e os volantes correrem atrás dos alas adversários.

* e antes que comecem a falar que é falta do mano, que o adílson é isso ou aquilo, vale repetir que isso vem acontecendo com freqüência desde o retorno da copa do mundo!

* só depois do gol que o time se achou em campo, lembrou que se o meio campo adversário não jogar, o ataque vai correr à toa... e aí entra nosso jogo: predomínio de meio campo, posse de bola e inversões de jogo suplantadas por nosso excelente toque de bola... lamentável somente essa zica do ataque... iarley e mdf erram até quando fazem tudo certo!!

* após o intervalo a coisa se inverteu: provavelmente receoso de uma saída forte do corinthians, o avaí voltou com os atacantes abertos... só que nem eles esperavam uma bobeira tão grande de rc + capitão + chicão logo aos 3 minutos... logo depois de bons 3 minutos nossos...

* depois, a avenida rc dos últimos jogos se repetiu, ralf tomou um corte que, considerando seu poder de marcação e sua capacidade individual, não devia ter tomado, e o 3 a 1 começou a encardir o domingo...

* e novamente precisamos de gols sofridos pra lembrar de colocar a redonda no chão e mostrar que aqui é corinthians!! no final, foi tarde... mas não se pode dizer que faltouo entrega ao time... sempre cobramos raça, mas raça sozinha, sem tática, não move montanhas... e nossa falha gritante foi de posicionamento defensivo, o que, num time que joga junto há tanto tempo, não pode ocorrer...

* notaram que arbitragem não foi assunto até aqui? isso porque, ainda que pesemos as críticas a seguir, precisamos parar de colocar sempre as falhas dos outros à frente das nossas.. isso desenha um cenário de que somos quase-perfeitos, e não somos; aliás, ontem nossa zaga errou até demais, os gols perdidos são muitos, algumas individualidades estão demasiadamente abaixo do que já renderam, e isso tudo não pode ser deixado em segundo plano;

* mas não podemos deixar de lado que sofremos o quarto penalty escandaloso não marcado em sequëncia (leo moura em jh contra o flamengo; duas mãos na bola daquele armero, que ousam dizer que joga futebol; e de um qualquer que não se o nome domingo no jh). E pior que nem comparação não tem, os quatro são gritantes!

* existe uma perseguição? para o blog, juiz ruim essa para os dois lados. Domingo, mais uma vez o avaí abusou de bater (outra coisa que se reitera: os caras em casa, desde a série B, levam o jogo pra pancadaria e saem impunes), o palhaço do apito abusou de deixar e, pra não falar que não fez nada, expulsou um cara no apagar das luzes...

* mas não o fez quando devia, quando jogadores com amarelo reiteravam as pancadas, quando jh sofreu aquele penal escandaloso, e a pior, quando foi vítima, ainda no primeiro tempo, de uma tentativa de amputação ao vivo em cadeia nacional!

* respondendo à pergunta de dois tópicos acima, ainda não temos opinião se há perseguição esse ano, mas que, desde 2005, qualquer dúvida é contra o corinthians, isso é...

* sobre facilitação pra carioca, acho cedo pra falar nisso, mas todo ano tem time do rio saindo do rebaixamento com uns penaltis mandraques, dos quais o fluminense do ano passado se recorda muito bem...

* mas conforme falamos ao começo, não deve ser esse o foco: temos time e bola pra ganhar esse brasieiro tranquilamente, desde que nos dediquemos a suprir nossas falhas grosseiras... temos tempo e temos elenco...

* e um bom primeiro passo é ganhar das meninas domingo! pra cima delas timão!!

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

a regulamentação do preço dos ingressos

resultado do projeto de divulgação do blog via twitter (sigam o @BlogVozDaFiel), fomos questionados pelo @miltonchocolate sobre o preço dos ingressos em floripa para a fiel torcida, taxados em abusivos 60,00 para o setor visitante e 100,00 para a área comum da numerada...

inicialmente, ressaltamos a necessidade de considerar a hierarquia do futebol: fifa > cbf > federações estaduais > federações/ligas municipais.

Nesse esquema de funcionamento, a entidade inferior pode complementar instruções da superior, desde que não atente contra vedações expressas ou o próprio regulamento do futebol.

Daí temos que a FIFA, na condição de órgão máximo, deixa a critério de suas afiliadas a venda de ingressos e a gestão das receitas deles advindas.

Por sua vez, a CBF apresenta histórico de deixar a critério dos clubes toda a parte de logística das partidas. Isso vai da confecção dos ingressos e locação de catracas até comercialização e valores dos ingressos, nos termos de seu Regulamento Geral de Competições, a saber:

"Art. 76 - Os ingressos das partidas serão emitidos por responsabilidade dos clubes mandantes, inclusive quanto à definição dos fornecedores e carga; a federação local, se assim desejar, poderá supervisionar o processo de emissão e venda dos ingressos.

Art. 77 - Os preços dos ingressos para os diversos setores do estádio deverão ser definidos pelo clube mandante da partida, salvo se houver valores ou limites estabelecidos no regulamento da competição."

Assim, e considerando que os regulamentos dos campeonatos brasileiros das séries A, B, C e D não estabelecem limites mínimos ou máximos para os ingressos, mas apenas repetem a regra geral, o critério cabe exclusivamente aos times mandantes, inclusive no que tange aos setores destinados a visitantes, cuja única limitação aparece no parágrafo 2º do mencionado artigo 77:

"Os preços dos ingressos para a torcida visitante deverão ter necessariamente os mesmos valores dos ingressos para a torcida local, nos mesmos setores do estádio ou equivalentes."

Assim, no caso do Avaí, a única coisa que pode ser discutida era se o preço para nosso setor condizia com os da torcida local, em condições similares. Este blog não foi ao jogo, mas quem esteve lá pode nos dizer, e, sendo o caso, complementaremos, aqui. Mas a conversa esquenta se partirmos da premissa que os ingressos locais de arquibancada custavam 40,00.

Se isso ocorreu, cabe a quem se sentir lesado o direito de acionar as autoridades competentes para apurar os fatos. Não sei se é caso de devolução da diferença paga, mas o mandante que descumpre o regulamento está sujeito a uma série de punições administrativas. As torcidas organizadas, enquanto associações representativas de seus membros, têm poder legal para agir segundo o interesse do quadro de sócios - e apenas dos sócios.

A outra denúncia que nos foi feita via twitter era que as bilheterias da ressacada somente vendiam ingressos a 100,00. Aí sim, contando que o próprio Avaí era responsável pela divulgação antecipada dos valores e locais de venda, em atendimento ao código do consumidor e ao estatuto do torcedor, o clube incorre em algumas práticas penais tipificadas em nossa legislação.

Ao final, o que temos é que o valor dos ingressos fica afeto ao bom senso dos organizadores do espetáculo (ou, melhor dizendo, à falta de bom senso dos organizadores do espetáculo).

É matéria de debate antigo entre os gaviões, as demais organizadas do Corinthians e nossa diretoria que o preço cobrado em jogos no pacaembu não condiz com nossa condição de povão, maloqueiro e sofredor. Agora, como vimos, não é mais exclusividade nossa.

deixo a pergunta aos gaviões de santa catarina: quanto custa, em média, um jogo comum do avaí? o preço é esse sempre ou foi aumentado porque sabem que a família corinthiana comparece sempre, qualquer jogo, qualquer lugar?

Porque enquanto brigamos por um acesso mais justo ao estádio quando de nossos jogos em casa, podemos reivindicar também que sejam aumentados os ingressos aqui, para times que adotam essa prática quando nos recebem.

E é fácil: antes desse regulamento geral, havia um entendimento que o visitante pagava o valor equivalente ao setor mais barato do estádio. Agora, já que o dever é cobrar valor similar ao mesmo setor, basta que o setor família do pacaembu seja considerado uma ampliação da laranja, e os torcedores desses timinhos vão pagar, 50,00, 70,00, 100,00 aqui também.

Claro que não é esse o foco: a discussão trata de valores justos em qualquer lugar, condizentes à realidade sócio-econômica do corinthiano, que nada mais é do que o brasileiro médio, trabalhador assalariado, oriundo de camadas sociais que vivem do mínimo, que acompanham o coringão sacrificando muitas outras coisas. A proposta do parágrafo acima seria apenas um fogo-contra-fogo contra times pequenos que se valem da fiel torcida para fazer o caixa que os próprios torcedores não sustentam.

Voltando ao foco principal, temos que os clubes brasileiros se apóiam no silêncio do regulamento, que poderia estabelecer os preços dos ingressos com base em estudos sócio-econômicos regionais, para jogar ao torcedor o dever de empatar o balanço anual que diretores arruinam com péssimas gestões.

No Estado de São Paulo a coisa piora, visto que a ganância dos gestores dos clubes encontrou, ano passado, com o respaldo da federação, que determinou que o ingresso mínimo de qualquer time, em qualquer jogo, seria de 30,00...

Falta, portanto, bom senso dos diretores com relação a quem realmente faz a festa do futebol. Não se trata de esporte de elite, é a alegria do povo, e deve, por isso, ser devolvida ao povo. Falta também profissionalismo dos responsáveis pelo futebol, que não sabem administrar, não sabem explorar imagem, não tem criatividade para explorar o mercado consumidor e cativar patrocinadores, e jogam sua responsabilidade financeira para o torcedor.

Existe um preceito jurídico que diz que nem tudo o que é legal é moral. Assim, não há crime nos preços abusivos, mas há uma evidente lesão ao povo brasileiro, cerceado do acesso à cultura e ao desporto, que, num primeiro plano, nada mais são do que direitos garantidos pela Constituição Federal.

E aguardemos, porque na opinião do blog, quando a conta da copa respingar no torcedor, a coisa pode piorar... nosso papel popular é fiscalizar e denunciar quaisquer abusos. Seguindo o exemplo pedido pelo @miltonchocolate, deixamos o espaço aberto ao debate e, se tivermos elementos fáticos devidamente fundamentados, bem como angariarmos pessoal suficiente para movimentar a questão, o blog se coloca à disposição para apresentar manifesto formal às autoridades competentes.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

brasileirão - corinthians x flamengo

a partir do post passado, e especialmente em razão dos elogios à clareza do formato que aplicamos, comentários sobre jogos seram feitos por tópicos... apesar que para o jogo de domingo poderíamos muito bem repetir o pré-jogo (abaixo), visto que o blog acertou em quase toda a avaliação...

* acertou ao afirmar que se o flamengo não era grande coisa com o cv em campo, muito menos é com esse time... talvez tenha faltado comentar do uniforme, mas ao vê-lo pessoalmente constatamos que hoje eles vestem rubro-negro porque um dia alguém em sã consciência teve muita vergonha de sair na rua com aquela coisa azul e amarela...

* acertou ao avaliar que o jogo, com aquela escalação carente de armadores - mesmo quando perdeu dente machucado, dependeria essencialmente da fluência de articulação do elias, que deu certo não somente pelo gol, mas pela melhor partida de nosso volante após a copa;

* contudo, o blog não muda de opinião sobre a necessidade de se ter em campo um meia de ofício, este sim apoiado por um volante que saia para o jogo ou por outro meia que componha a primeira linha defensiva (esquema com bruno césar em campo e volantes menos fixos);

* boa novidade pelos três atacantes, que iam bem até a saída do dente; e vale comentar que a dupla que ficou manteve a correria e o bom toque de bola, pecando, como infelizmente tem sido recorrente, nas finalizações;

* pelo tópico acima, destaca-se o iarley, que vinha mal, mas pode render... tanto quanto podem render os que ainda não optaram por jogar, caso de defederico e danilo...

* aliás, o defederico já culpou umas 12 posições no campo pelas más apresentações... quando entrou de meia, queria ser ponta, agora quer meia de novo... pelo jeito o adílson vai apostar nele, o blog apostaria também, mas quando recordamos daquele monte de entrevista, de pedir pra ir pro river (de graça!) e do não futebol de até agora, não tem como não pensar em quando será que ele estréia de verdade...

* apreensão da semana pela fonte que passou que elias vai mesmo pra portugal, especificamente no benfica... depois, nesta tarde, um pequeno alívio quando encontramos a manchete que reproduzia uma frase do nosso 07, de que somente sairia prum time de ponta da Europa;

* e depois o banho frio quando lemos, no corpo da matéria, que os três principais clubes do campeonato português estão entre as pontas da europa... tomara que não seja uma tentativa de tornar o benfica um destino viável... aliás, tomara que não seja tão certo quanto nos passaram, ou que, assim sendo, não se concretize... motivo: o blog defende a necessidade de sequência na libertadores - portanto vaga pro ano que vem, e aprendemos ano passado que perder o pilar de sustentação da equipe no decorrer do campeonato pode não acabar nada bem...

* notícia boa do dia é que gordo e dente estarão à disposição pro dia 22... a bixarada sabe bem o peso disso...

* antes disso, avaí, que costuma encrencar na ressacada... até sexta, quando tivermos definidas as escalações, colocaremos os apontamentos do blog.

* por fim, com as sardinhas campeãs da copa do brasil, se algum brasileiro ganhar a sulamericana, teremos apenas 3 vagas para a libertadores em jogo no brasileiro (acaba a 4ª vaga, da repescagem)... então é importante mantermos essa frente de 6 pontos a quem vem depois... precisamos melhorar o aproveitamento fora de casa...

é mais que possível

E VAI CORINTHIANS!

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

dia do corinthians




e não esqueçam dos rojões à meia noite!

II Seminário - Gaviões - Movimento Rua São Jorge

Belo resumo do seminário no blog do pulguinha!


aliás, sigam o blog do pulguinha!

brsileirão, palmeiras, flamengo e adilson

começando pelas impressões do jogo da semana passada, evoluindo aos acontecimentos da semana e ao jogo de domingo:

* se fosse pra jogar no pacaembu com tão pouca gente, que a porcada ficasse no tobogã... de qualquer forma, a festa antes do jogo na descida da dr. arnaldo valeu a pena pra quem ficou por ali, principalmente quando as caminhadas da rua e da sede chegaram;

* ótimos primeiros 25 minutos, até o gol, quando o time trocou bons passes, mostrou velocidade na inversão de jogo e abriu para finalizar (mal, ainda) com vários jogadores;

* excelente saída de contra-ataque no lance do gol e em mais 3 oportunidades; é o primeiro reflexo do trabalho do adílson, que tinha essa saída com alas e pontas abertos no grêmio (leandro) e no cruzeiro (jonathan). Deve funcionar, visto que nossos volantes e meias têm bom toque de bola e os atacantes abertos são leves e velozes, tanto quanto são alessandro e rc;

* mas a saída rápida dos alas carece de melhor cobertura no costado da zaga, o que não tem ocorrido com a mesma competência dos anos anteriores e do primeiro semestre, conforme este blog tem alertado;

* aliás, a grande maioria das jogadas em que sofremos partiram de chutões nas pontas, entre lateral e zagueiro, para corridas e trombadas do kleber. Jogadores tão experientes quanto os de nossa retaguarda não podem deixar esse tipo de lance acontecer o tempo todo;

* até mesmo porque, no restante do jogo, o meio campo do time pequeno só achou espaço em nossa defesa quando tentou revolucionar o futebol e acabar com a regra de impedimento;

* e por falar em regra, mão na bola não é falta? e na área? penalti? ou jogador estrangeiro pode? Se sim, vamos colocar na nossa zaga dois líberos de volei;

* agora a preocupação tática: o time ficou perdido quando o treinador da porcada viu o óbvio e colocou dois volantes de rodízio na derrubada de bc; e a tendência é essa, o cara é o destaque do time, vai ser marcado com mais atenção, quando não individualmente;

* isso implica numa necessária divisão de tarefas: com a escalação de domingo, caberia ao elias; com a escalação do mano, ficaria com danilo. O blog prefere dois meias articuladores, primeiro porque o elias teve dificuldade no primeiro semestre, quando deixou de ser volante + elemento surpresa e passou a ser o segundo armador, e segundo porque temos peças no elenco que possuem experiência suficiente pra saber que é hora de mostrar serviço e fazer seu papel (e justificar o salário), correr, sujar o uniforme e jogar futebol, sem sobrecarregar volantes ou deixar o trabalho pesado na mão de um cara só;

* e nessa sobrecarga, o blog ficou preocupado com o andamento do meio da semana. Em que pese a força de nosso ataque com 3 avantes leves, no esquema treinado no meio da semana, com dente no lugar do suspenso bc, o time já teve dificuldades esse ano (vide libertadores) quando jogou com três volantes, dois avantes abertos (mesmo o danilo, quando entrou nesse esquema, no começo do ano, jogava correndo pela esquerda, ajudando rc a subir) e um mais fixo, teve dificuldades na criação;

* e é o que não queremos, nem pra domingo, nem pro resto do ano: que o time perca a referência e a velocidade de toque de bola no meio campo. Quando isso acontece, os chutões passam a ser inevitáveis, e complicam o jogo... ocorreu domingo, ocorreu no primeiro semestre e não pode voltar... tomara que domingo, se a escalação for mesmo essa, a rotação de meio funcione (com ralf mais fixo e elias e paulinho municiando os pontas);

*quanto ao flamengo, se no primeiro semestre assustava pela dupla de ataque, mas não tinha conjunto, agora menos ainda. É menos time que o nosso, o que faz da partida uma obrigação de retomada dos 3 pontos.

Eu acredito.


Aliás, domingo esquenta no lugar de sempre, no esquema de sempre.


E VAI CORINTHIANS!