quarta-feira, 5 de maio de 2010

jogo 08 - corinthians X flamengo

propositadamente ausente por uma semana, o blog preferiu destilar e assimilar o golpe da semana...

assim espera que também tenha acontecido com nossos guerreiros do parque são jorge

isso porque, ao final, o placar mínimo fora de casa não é absurdamente irreversível, embora exija mais cuidados que uma derrota com gols

apesar do não-futebol do primeiro tempo, saimos dele com 1 jogador a mais em campo, o que nos daria, em tese, vantagem pra ocupar melhor os latifúndios que se abrem no maracanã

mas havia um pré-requisito pra isso: jogar futebol

nossos volantes não subiram, nossos pontas não abriram, isso não permitiu que os laterais ultrapassassem... em suma... na volta do intervalo, a chance do flamengo era, mesmo com um a menos, achar um contra-golpe... a do corinthians era usar do campo então enxuto, rodar a bola com seus bons jogadores, encontrar espaços e fazer a vantagem da peleja

o corinthians nao fez nada disso, errou passes bobos, não passou do meio com a bola no chão e, quando o fez, teve um gol certo de jh prejudicado por iarley (lance de jogo, acontece, naquela altura atacante nenhum deixaria a bola pro outro) e outro de ronaldo prejudicado por sua forma ridícula, que culminou num domínio de tíbia que, ironia do destino, armou o unico contra-ataque, que terminou em penal de moacir (em lance que poderiamos sim sofrer gol, o lateral fraquinho deles ia sair na cara do jc, com 2 na area...)

de positivo, 3 coisas: jc muito bem, nao somente nao comprometeu como foi seguro quando exigido; ter a certeza que nosso time é muito melhor e pode sim dar uma sacolada hoje, desde que jogue futebol; e os volantes e zagueiros deles acharem que o corinthians não jogou por mérito do flamengo, o que jamais ocorreu, porque simplesmente o corinthians nao jogou...

pra hoje, eu começaria o dia passando o jogo contra o goiás, na copa do brasil de 2008... aquele dia a torcida foi corinthians, tanto quanto o time foi corinthians no futebol, na vontade e na atitude...

depois, pediria jogador por jogador pra descrever o que ele acha que pensa cada corinthiano... daí levaria o time pra esquentar em campo, as 8 e meia, bem no começo da nossa festa

depois voltaria a campo com nosso 442 que estamos habituados, mas sabendo que a variante do jh em campo pode acontecer a qualquer momento, sacando jucilei ou danilo

esse 442 se deve a duas razões: primeiro são noventa minutos.... precisamos sufocar o flamengo, mas temos um jogo inteiro pra fazer o placar, passo a passo, sem maluquice e sem deixar de prestar atenção no ataque deles (especialmente pq acho q pet entra, e, da mesma forma como semana passada, nao podemos fazer faltas pras bolas chuveiradas, ja que no maraca eles chutavam pra area do meio campo, e temos que acompanhar laterais e love)... colocar a bola no chao, fazer o jogo fluir, encurralar...

segundo: esse é o time que vem jogando, que sabe quem marca quem, e que sabe alternar a passagem de laterais e volantes... ou seja, ainda que venha faltando pegada no jogo, os caras ja mostraram que conhecem o esquema tático, e isso já é um importante primeiro passo... e quando vem a pegada, como em todos os clássicos, ja vimos o que é possível fazer...

é dia de superação... a arquibancada já mostrou que vai na pegada... alias, essa ideia de uma torcida unica sempre foi o ideal... tem dias que é irritante ver gavioes, 12 e pavilhao, cada um puxando um grito diferente ao mesmo tempo... ora, se somos todos corinthians, o correto é que andemos todos juntos... e basta voltarmos 10 anos pra ver que quando fizemos isso, ganhamos o mundo...

é dia de superação... é dia de lembrarmos nossos guerreiros que aqueles mantos ainda carregam o espírito de nossos heróis e nossas lendas... nas luvas de felipe, a agilidade gilmar e a raça de ronaldo; alessandro e gana de zé maria; chicão-gamarra; wiliam ao estilo botina anos 70 de amaral; e rc incorporando wladimir, aquele que sabia que o timão é mais importante que a seleção; ralf no seu mezzo rincón, mezzo cristian; jucilei com as arrancadas e a pegada do velho vamp; elias atuando como belangero na marcação e a dupla ricardo/marcelo na chegada; danilo como nossos 10... contem pra ele quem foi luizinho, rivelino, sócrates e neto; dente, lembra do carlitos? vc viu de perto ele jogar, aquilo é corinthians!; gordo, tem coisas que só vc sabe fazer, mas ali por onde vc jogou foi onde tivemos nosso primeiro artilheiro, o neco, e por ali andou casão, viola...

mais uma vez só depende da gente... a ferida não foi feia a ponto de não nos permitir vencer a batalha de pé...

confiar e lutar

e vai Corinthians!

Nenhum comentário:

Postar um comentário